Ellen Gracie, do STF, terá segurança reforçada pela PF

A Polícia Federal vai reforçar a segurança da ministra Ellen Gracie, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), que seria um dos alvos dos traficantes Juan Carlos Abadia e Fernandinho Beira-Mar. Apesar de ter sido vítima de um assalto no Rio de Janeiro e de pelo menos duas ameaças sérias de grupos criminosos desde o final de 2006 para cá, Ellen resiste em reforçar sua segurança.

Agência Estado |

O plano de Abadia e de Beira-Mar foi desmantelado esta semana pela Operação X da Polícia Federal.

Procurada, Ellen não quis se manifestar sobre o caso e sua assessoria explicou que, por razões óbvias, não faria comentários sobre o esquema de segurança dela. Em Mato Grosso do Sul, o Ministério Público divulgou nota segundo a qual não foi confirmada versão de que os dois traficantes pretendiam seqüestrar a ministra ou seus familiares. Como presidente do STF até o primeiro semestre deste ano, Ellen rejeitou todos os recursos que beneficiavam os traficantes Beira-Mar e Abadia, além de outros bandidos de peso que com eles convivem na penitenciária federal de Campo Grande. Abadia está com pedido de extradição aprovado pelo STF e só aguarda a assinatura do ato pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para ser mandado para os Estados Unidos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG