Ellen Gracie abre polêmica por disputa de vaga na OMC

Desagradou aos integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF) a decisão da ministra Ellen Gracie de se candidatar a uma cadeira no Órgão de Apelação da Organização Mundial do Comércio (OMC) enquanto está no STF. Na opinião deles, Ellen Gracie deveria ter pedido aposentadoria antes de postular o cargo.

Agência Estado |

Primeira mulher a integrar o Supremo, Ellen Gracie tomou posse em 2000. Nos oito anos em que está na corte, ela tem tido uma atuação discreta. Nem mesmo quando presidiu o tribunal, de 2006 a 2008, se envolveu em polêmicas. Na avaliação de ministros do STF, ao se manter no cargo durante a candidatura, a ministra colocou o tribunal numa situação constrangedora. Se ela não for a escolhida, ficará a imagem de que um integrante do Supremo não tem competência para assumir um cargo na OMC.

Se ela for a escolhida, ficará claro que preferiu a OMC ao STF. Ellen Gracie revelou os seus planos aos colegas de tribunal no intervalo de uma das sessões de julgamento, em dezembro. A notícia foi recebida com frieza na corte. A ministra, segundo sua assessoria, está em férias oficiais e não fará comentários antes do dia 2 de fevereiro. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG