Ellen DeGeneres cai se casar após aprovação da união gay

LOS ANGELES (Reuters) - A comediante e apresentadora de talk-show norte-americana Ellen DeGeneres planeja se casar com sua parceira, a atriz Portia de Rossi, depois que a Corte da Califórnia permitiu o casamento gay. Anuncio que vou me casar, disse DeGeneres, 50, à platéia durante uma gravação de seu programa, The Ellen DeGeneres Show, na quinta-feira. O episódio deve ir ao ar nos Estados Unidos na sexta.

Reuters |

Aplaudida de pé, DeGeneres disse que estava muito animada com a decisão da Suprema Corte californiana, que suspendeu a proibição ao casamento gay.

'Obrigada. Vou dizer quem é o sortudo mais tarde', brincou.

DeGeneres não mencionou Portia, 35, mas as fotos mostravam a atriz da série 'Ally McBeal' na platéia, sorrindo e aplaudindo.

'É claro que é algo que queríamos fazer e queríamos que fosse legal. Estamos muito, muito animadas', disse DeGeneres.

Ellen e Portia formam um casal há dois anos e aparecem juntas nos tapetes vermelhos de Hollywood. DeGeneres também já namorou a atriz Anne Heche.

DeGeneres fez história na TV em 1997, quando seu alter-ego na televisão saiu do armário no sitcom 'Ellen'. Foi o primeiro personagem gay no horário nobre da TV norte-americana.

Pouco tempo depois, ela e Heche assumiram publicamente o relacionamento na vida real, tranformando-se em um dos mais influentes casais de lésbicas do país.

O relacionamento acabou três anos depois.

(Reportagem de Jill Serjeant)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG