Eles podem estar envolvidos, diz a mãe de Isabella

A mãe de Isabella de Oliveira Nardoni, a bancária Ana Carolina Cunha de Oliveira, de 24 anos, disse em depoimento à polícia acreditar que o pai e a madrasta da menina “possam estar de alguma forma diretamente envolvidos” no crime. O Estado teve acesso ontem ao depoimento prestado por Ana Oliveira no dia 2 de abril ao 9.

Agência Estado |

º Distrito Policial (Carandiru).

Ela conta que se separou de Alexandre por “suspeitas de traição por parte de Alexandre”. Haveria ainda brigas constantes entre Alexandre e a mulher, Anna Carolina Trotta Peixoto Jatobá. O motivo era “o ciúmes exacerbado” que a madrasta tinha da mãe de Isabella. Veja os trechos:

“Declarou que comparece nesta unidade policial a declarante, informando que conheceu a pessoa de Alexandre Nardoni no mês de dezembro do ano de 1999, com o qual iniciou o relacionamento de namoro (...) Antes do nascimento de Isabella, ficaram separados por dois meses, sendo que o principal motivo foram suspeitas de traições por parte de Alexandre (...) Reataram o namoro e, em julho de 2001, engravidou de Isabella. Durante o período de gestação, estava se relacionando com Alexandre, quando então ele ingressou na Faculdade de Direito, oportunidade em que mencionou que tinha as amigas de faculdade Anna Carolina Trotta Peixoto Jatobá e uma outra (...) As informações são do O Estado de S. Paulo

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG