Eleitores de quatro cidades do Alagoas voltam às urnas no domingo

Cinco meses após as eleições de outubro de 2008, cerca de 47 mil eleitores voltam às urnas neste domingo (15) para eleger prefeitos de quatro cidades do interior de Alagoas. As eleições suplementares vão ocorrer em Porto Real de Colégio, São José da Laje, Porto de Pedras e Estrela de Alagoas porque o Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL) indeferiu as candidaturas dos candidatos eleitos no pleito do ano passado nesses municípios, acusados de fraude eleitoral, compra de voto e abuso do poder econômico.

Agência Estado |

De acordo com o presidente em exercício do TRE de Alagoas, desembargador Orlando Manso, a Justiça Eleitoral mobilizou juízes, promotores eleitorais, mesários e funcionários do Tribunal para trabalhar nas eleições de domingo nesses municípios.

Ao todo, o TRE vai utilizar 200 urnas. São 135 secções espalhadas nos quatro municípios, em 31 locais de votação. O Tribunal vai disponibilizar 30 funcionários para trabalharem no pleito e serão convocados 540 mesários. Os eleitores votarão apenas para prefeito e vice-prefeito de cada cidade.

Em Porto Real de Colégio, às margens do Rio São Francisco e na divisa com o Estado de Sergipe, dois candidatos - Eval de Oliveira (PCdoB) e Maria Rita Bomfim (PTB) - disputam a prefeitura do município, que fica a 183 quilômetros de Maceió e tem quase 18 mil habitantes. Os eleitores do município do baixo São Francisco voltarão às urnas porque o TRE indeferiu a candidatura do prefeito reeleito, José Reis do Nascimento (PSDB), acusado de atos de improbidade administrativa.

No município de Estrela de Alagoas, que fica a 155 quilômetros de Maceió, serão 32 seções eleitorais, distribuídas em oito locais de votação. O município conta com pouco mais de 12 mil eleitores, que voltam às urnas porque a prefeita reeleita Ângela Garrote (PP) teve a candidatura impugnada pela Justiça Eleitoral, acusada de fraude eleitoral e de disputar um terceiro mandato. Na cidade, dois candidatos disputam a prefeitura: Francisco José Sobrinho (PMDB), Chico Fausto, e José Almerino da Silva (PP).

Na cidade de Porto de Pedras, no Litoral Norte do Estado e a 130 quilômetros da capital, dois candidatos disputam à preferência dos eleitores: Amaro Guimarães da Rocha Júnior (PTB), o "Boi Lambão", e Ednaldo Costa (PDT), que é ex-prefeito do município. Ednaldo foi o segundo colocado no pleito de outubro de 2008, mas como não conseguiu metade dos votos válidos não foi considerado eleito, com a impugnação da candidatura de Rogério Farias (PTB), acusado de compra de voto e de disputar um quarto mandato consecutivo.

Em São José da Laje, a 106 quilômetros de Maceió, 15 mil eleitores deverão participar das eleições suplementares. Dois candidatos disputam a prefeitura do município, que fica na Zona da Mata alagoana: Márcio Lyra (PP), o Dudui, contra Marcos José de Andrade (PTB), o Marcos do Hospital. O município terá eleições suplementares porque o prefeito reeleito em outubro de 2008, Paulo Roberto Pereira (PTB), o Neno, teve a candidatura impugnada, acusado de abuso de poder econômico e compra de votos.

Leia mais sobre: eleições

    Leia tudo sobre: eleições

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG