Egito descobre objeto roubado em leilão em Londres

A casa de leilões Bonhams, em Londres, retirou de seu catálogo um fragmento esculpido em relevo da época faraônica, após o Egito comunicar que o objeto era roubado, informou nesta quarta-feira o Ministério egípcio da Cultura.

AFP |

O ministro egípcio da Cultura, Faruk Hosni, revelou que pediu à Casa Bonham's para suspender a venda do objeto, que ocorreria nesta quinta-feira, já que se trata de uma peça roubada.

A peça, procedente de Luxor, é descrita como um fragmento de relevo esculpido de cerca de 30 centímetros de largura, formado por seis colunas verticais e situado na 26ª Dinastia (665 a 525 a.C.).

Segundo o catálogo, a peça, avaliada em entre 6 mil e 8 mil dólares, pertencia a um colecionador australiano, que a deu a seu filho.

cjo/LR/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG