Edital de segurança contradiz versão do Planalto sobre arquivamento de imagens

Edital que estipulou as características do sistema de segurança do Palácio do Planalto contradiz a versão oficial do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República.

Redação com Agência Estado |

Segundo o edital, revelado pelo site Contas Abertas, os registros de acesso de pessoas e veículos ao Palácio do Planalto deveriam ser guardados em um banco de dados específico, com capacidade de armazenamento por um período "mínimo de seis meses".

A partir de então, os dados deveriam ser "transferidos definitivamente para uma unidade de backup". Segundo o edital, o banco de dados faz parte do Centro de Supervisão, que concentra "todos os servidores, matrizes de gravação, estações de operação e monitoramento, gravadores digitais, controles e equipamentos de recepção".

O edital informa, porém, que as gravações das câmeras deveriam ser armazenadas "por um período não inferior a 30 dias, devendo ainda os mesmos (gravadores digitais) ser apoiados por um sistema de backup".

Suposto encontro

Agência Brasil
Ministra Dilma, que nega reunião com Lina
Ministra Dilma, que nega reunião com Lina
O registro de imagens do Planalto é tido pela oposição como a principal prova para esclarecer se houve a reunião entre a ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira e a ministra Dilma Roussef (Casa Civil). .

Lina afirma que teve um encontro com Dilma no gabinete da ministra e, durante essa reunião, teria recebido o pedido para que acelerasse a auditoria nas empresas da família do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), gerenciadas pelo filho do senador, Fernando Sarney. Dilma nega o encontro e afirma não ter feito pedido algum.

O GSI divulgou nota na semana passada informando que não tinha como fornecer imagens do circuito interno de vídeo da Casa Civil que poderiam comprovar o suposto encontro.


Lina defende servidores exonerados

Leia também:

Leia mais sobre: Receita

    Leia tudo sobre: dilma roussefreceitareceita federal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG