Palma de Mallorca (Espanha), 13 out (EFE).- O irlandês Stephen Gately, que integrava o grupo Boyzone, morreu de um edema pulmonar agudo, segundo os primeiros resultados da autópsia realizada pelo Instituto Médico Legal da cidade espanhola de Palma de Mallorca, nas Ilhas Baleares.

Segundo fontes do Superior Tribunal de Justiça da região, os exames não revelaram sinais de violência no corpo do cantor. Mas o IML enviará algumas mostras a um laboratório de Barcelona (nordeste) para análises completares. O resultado completo da autópsia deverá ser divulgado daquia a 15 dias.

Hoje, a juíza encarregada do caso interrogou o marido da vítima, Andrew Cowles, que depôs como testemunha, e autorizou a trasferência do corpo do artista.

No entanto, a Justiça espanhola disse que só encerrará o caso após a liberação dos resultados definitivos da autópsia e depois de interrogar todas as testemunhas da morte de Gately, ocorrida em um apartamento de Port de Andratx, onde o cantor passava férias com o marido.

Gately morreu de sexta-feira para sábado, segundo os legistas.

Caso fique confirmado que o integrante do Boyzone perdeu a vida por causas naturais, o caso "será arquivado". EFE edg/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.