Dutra minimiza denúncia e diz confiar em Pimentel

O presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, minimizou a reportagem veiculada pela revista IstoÉ desta semana, sobre o conteúdo do processo que corre no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar o escândalo do mensalão. Por telefone, Dutra esclareceu que ainda não teve acesso ao conteúdo completo da matéria, que já chegou às bancas de São Paulo.

Agência Estado |

Mas saiu em defesa do ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel.

"De ilações o mundo está cheio", afirmou o dirigente. "Mesmo sem ler a notícia completa, posso dizer que confio plenamente no Fernando Pimentel". Sobre os demais itens abordados pela reportagem, Dutra disse não ver "nenhuma novidade".

Questionado sobre o impacto da notícia sobre a campanha de Dilma, Dutra rebateu: "Você é que está dizendo". E emendou: "Eu não tenho dúvidas de que esta campanha será cheia de ilações e de factoides. Mas cabe à Polícia investigar e aos acusados se defenderem. De qualquer forma, já sabemos muito bem que esta será uma campanha em que a oposição certamente tentará destruir biografias".

O presidente do PT queixou-se também do vazamento do processo, que corre sob sigilo no STF. "Isso não é um vazamento, é uma abertura de comportas", afirmou Dutra. "É muito grave. O sigilo de Justiça no Brasil virou uma piada."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG