SÃO PAULO (Reuters) - José Eduardo Dutra, ex-dirigente da Petrobras e da BR Distribuidora, deve ser eleito presidente do Partido dos Trabalhadores em primeiro turno. Candidato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições internas de domingo, Dutra vai comandar a legenda na campanha de 2010. Computados 41 por cento dos votos dos filiados ao partido, Dutra tem 54,6 por cento, ou 110.629 votos. Para vencer no primeiro turno é preciso ter mais de 50 por cento dos votos.

Ele representa as correntes Construindo um Novo Brasil, majoritária, e também duas outras tendências fortes, ambas ligadas à ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy (PT de Luta e de Massas e Novos Rumos).

Em segundo lugar aparece o deputado José Eduardo Cardozo (SP) com 19,6 por cento, da Mensagem ao Partido e Democracia Socialista, apoiado pelo ministro Tarso Genro (Justiça). Ele obteve até agora 39.685 votos.

Na sequência vêm os deputados Geraldo Magela (Movimento PT), com 12,2 por cento, e Iriny Lopes (Articulação de Esquerda e Militância Socialista), com 11,9 por cento.

Markus Sokol (O Trabalho) tem 0,9 por cento e Serge Goulart (Esquerda Marxista), 0,7 por cento.

A posse será em fevereiro. As eleições renovam também os diretórios estaduais e municipais para um mandato de dois anos.

(Reportagem de Carmen Munari)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.