Duque marca sessão da CPI 5ª e diz que haverá quórum

O senador Paulo Duque (PMDB-RJ) afirmou nesta noite à Agência Estado que convocará nova sessão para a instalação da CPI da Petrobras para a próxima quinta-feira, às 11 horas. Na convocação de hoje não houve quórum suficiente e, portanto, os trabalhos não tiveram início.

Agência Estado |

Duque é o responsável por esse trâmite por ser o mais antigo membro entre os que compõem a CPI. Após o início da comissão, um presidente será eleito e caberá a ele organizar os procedimentos. Duque negou que tivesse recebido orientações de lideranças dos partidos aliados para marcar a nova data. "Fui eu que decidi, assim como fui eu que marquei para hoje. Não foram, e daí?", disse.

Na avaliação do senador, ao contrário do que ocorreu hoje, haverá quórum suficiente para dar andamento à CPI depois de amanhã. "Acho que vai haver número (suficiente). Conversei com todo o mundo, inclusive com gente com quem eu não falo", afirmou. Pessoas próximas a Duque informaram à Agência Estado , no entanto, que, se não houver número suficiente de senadores novamente na quinta-feira, ele pedirá para se afastar da coordenação da CPI.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG