Duque arquivou ação contra Virgílio, diz Marina Serrano

A senadora Marisa Serrano (PSDB-MS) afirmou hoje que o presidente do Conselho de Ética do Senado, Paulo Duque (PMDB-RJ), decidiu pelo arquivamento da denúncia apresentada pelo PMDB contra o líder do PSDB, Arthur Virgílio (AM). Virgílio é acusado de manter em seu gabinete um funcionário fantasma, de pedir empréstimo ao ex-diretor-geral do Senado Agaciel Maia para pagar despesas pessoais e de ter usado indevidamente o plano de saúde do Senado para tratamento da mãe (já falecida).

Agência Estado |

Duque protocolou o seu despacho sobre a representação contra o parlamentar tucano na Mesa Diretora à tarde. Pouco antes, o presidente do Conselho de Ética havia afirmado que a representação contra Virgílio é mais bem fundamentada juridicamente do que as onze ações registradas contra o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), arquivadas na semana passada.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG