Dupla faz duas reféns e morre em tiroteio em Guarulhos

Dois supostos sequestradores, identificados como Luciano Matos, de 32 anos, e Avelino Rosa, de 41 anos, foram mortos, na noite de ontem, durante uma troca de tiros com agentes do Grupo de Operações Especiais (GOE), da Polícia Civil. O ação ocorreu na pista local da Via Dutra, no sentido São Paulo-Rio de Janeiro, na Vila Vicentina, em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Agência Estado |

Armada com dois revólveres calibre 38, a dupla mantinha refém uma jovem no interior do carro da vítima. Os dois suspeitos já haviam feito outra mulher refém mais cedo.

Os policiais, acionados por parentes da segunda mulher sequestrada, abordaram os suspeitos no momento em que eles se preparavam para receber R$ 3 mil das mãos dos familiares da jovem. Os parentes dela chegaram de carro e estavam sendo acompanhados pelos policiais, que só se apresentaram aos criminosos no momento em que o dinheiro era entregue.

Ela havia sido dominada no bairro do Belenzinho, na zona leste de São Paulo, horas antes do tiroteio. Segundo a polícia, a jovem mantida refém chegou a ser estuprada e já era a segunda vítima da dupla na mesma noite. A primeira foi abordada também na zona leste e liberada após os criminosos receberem outros R$ 3 mil de parentes. Com o carro da primeira mulher sequestrada, Luciano e Avelino abordaram a segunda. A dupla ainda foi encaminhada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos. O caso foi registrado na sede da Divisão Antissequestro, no bairro de Santana, na zona norte de São Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG