Dupla acusada de clonar cartões é presa em São Paulo

Dois supostos membros de um grupo especializado em clonar cartões bancários foram detidos na tarde de hoje na zona leste de São Paulo. De acordo com a Delegacia de Repressão a Roubo a Bancos, do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic), na hora da prisão, o servente Adelson da Silva, o Marrom, de 32 anos, e o ajudante Helvétio Luiz de Oliveira, o Pistola, de 41 anos, portavam 100 cartões e um equipamento que gravava imagens do cliente digitando seus dados.

Agência Estado |

Segundo o Deic, a dupla, investigada havia 20 dias, tinha como função efetuar os saques com os cartões clonados. A polícia descobriu que os suspeitos se encontrariam hoje na casa de Silva, na Rua Mandrágoras, Vila Curuçá, para a entrega de um novo lote de cartões. O Deic informou que ambos admitiram o crime e não revelaram a identidade de outros envolvidos. Agora, são procurados dois suspeitos conhecidos como Paulo e Pokemon, que seriam responsáveis pela captura das informações das vítimas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG