Duffy é a estrela do Brit Awards e Coldplay sai de mãos vazias

LONDRES ¿ A cantora britânica Duffy, nova estrela do soul britânico, foi hoje a grande vencedora dos prêmios Brits, ao conquistar três estatuetas, enquanto a banda de rock Coldplay, mesmo com quatro indicações, foi a grande decepção, ao sair com as mãos completamente vazias.

EFE |

Aos 24 anos, Duffy foi o principal nome na cerimônia de entrega dos Brits, os prêmios musicais mais importantes do Reino Unido, que foram entregues em um pavilhão lotado do Earl Court, centro de Londres.

A jovem cantora e o Coldplay, ambos com quatro indicações, lideravam a lista de favoritos, mas, no final, a estrela britânica venceu a disputa, ganhando as estatuetas de melhor álbum, melhor artista feminina e melhor artista revelação.

"É uma verdadeira honra estar aqui. Não tenho palavras para dizer o quanto isto significa para todo o mundo em minha casa", afirmou a cantora, cujo álbum de estreia, "Rockferry", vendeu 4,5 milhões de cópias no mundo todo.

Duffy, que, em pouco mais de um ano, passou de funcionária de uma loja de caridade a estrela do soul, coroou, assim, um inesquecível mês de fevereiro, já que, há apenas dez dias, conquistou o Grammy de melhor álbum de pop.

Se a vocalista foi a grande vencedora da noite, o maior perdedor foi o Coldplay, que concorria a melhor álbum, melhor single, melhor apresentação ao vivo e melhor grupo, mas a sorte não esteve do lado do conjunto liderado por Chris Martin.

Após receber, recentemente, três Grammy, entre eles o de canção do ano, a banda era considerada a grande favorita da cerimônia, e muitas personalidades, como Liam Gallagher, do Oasis, tinham afirmado que o grupo sairia dos Brits com várias estatuetas.

No entanto, o Coldplay - cujo quarto álbum, "Viva la Vida or death and all his friends", foi o mais vendido de 2008 - não teve forças para enfrentar o grupo indie Elbow, que ganhou o troféu de melhor banda, e a veterana Iron Maiden, que conquistou a estatueta de melhor apresentação ao vivo.

Além disso, a banda de Chris Martin perdeu não só para Duffy na categoria melhor álbum, mas também para as meninas do Girls Aloud, que conquistaram o prêmio de melhor single pela canção "The Promise".

Também brilharam esta noite Paul Weller, que venceu como melhor artista masculino; Kings of Leon, como melhor álbum internacional e melhor grupo internacional; Kanye West, como melhor artista masculino internacional; e Katy Perry, como melhor artista internacional.

A cerimônia foi apresentada pela diva do pop australiano Kylie Minogue e pelos atores James Corden e Matthew Horne, protagonistas da comédia de televisão "Gavin and Stacey".

Em um palco que imitava um camping, o carisma de Minogue e as brincadeiras de Corden e Horne levaram ao delírio o público, que vibrou com as apresentações, ao vivo, de grandes artistas.

Um dos grupos que atuaram na noite foi o irlandês U2, que tocou o novo single, "Get On Your Boots", enquanto o vocalista Bono expressou satisfação por "estar outra vez" no palco.

Outras apresentações da noite foram a da própria Duffy, do Girls Aloud e do grupo de pop Take That, que desceu ao palco em uma plataforma semelhante a um disco voador, levando as fãs à loucura.

A noite foi encerrada pelos rapazes do Pet Shop Boys, o famoso conjunto britânico de música eletrônica formado por Neil Tennant e Chris Lowe, que ganharam o prêmio de contribuição à música.

Tennat, com o microfone, e Lowe, como sempre no teclado, interpretaram clássicos como "West End Girls" e "It's a sin".

Durante 28 anos de carreira, o Pet Shop Boys vendeu mais de 50 milhões de discos no mundo todo e, em março, lançará seu décimo álbum de estúdio, "Yes", muito aguardado pelos fãs.

Desde 1977, os Brits premiam a excelência musical no Reino Unido e são organizados pela Indústria Fonográfica Britânica (BIS).

    Leia tudo sobre: brit awards

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG