Duas Caras: Justiça absolve 44 PMs por falta de provas

A juíza Tula Corrêa de Mello Barbosa, da 1ª Vara Criminal de Duque de Caxias (RJ), absolveu os 44 policiais militares presos em 2007, na Operação Duas Caras, sob acusação de ligação com o tráfico de drogas. A decisão foi tomada na quinta-feira passada.

Agência Estado |

A magistrada considerou improcedente a denúncia de formação de quadrilha apresentada pelo Ministério Público contra o grupo.

"A única ilação que se pode ter é a de que certos policiais - não identificados de forma cabal nos presentes autos - cometeram crimes graves, recebendo ou exigindo para si vantagem pecuniária ilícita, mas nenhuma prova há tipificando o crime de bando ou quadrilha, único crime que lhes foram imputados na denúncia", explicou a juíza.

Em setembro de 2007, 73 policiais chegaram a ser presos dentro da Operação Duas Caras, denunciados por associação para o tráfico, corrupção ativa e passiva e concussão (extorsão praticada por servidores). Conforme a denúncia, eles ganhavam entre R$ 2 mil a R$ 3,9 mil por semana para permitir que os traficantes agissem livremente.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG