Dramaturgo nega triângulo amoroso com Tilda Swinton

Londres, 22 ago (EFE).- O dramaturgo britânico John Byrne, de 68 anos, negou viver um triângulo amoroso com a atriz Tilda Swinton, de 48, e o amante desta, o alemão Sandro Kopp, que é 17 anos mais novo que a artista.

EFE |

"Disseram que vivia sob o mesmo teto que Tilda e Sandro. Falaram de mim como um excêntrico bondoso que vive lá enquanto outro homem se deita com sua amada. Quero corrigi-los. Não vivemos um 'ménage à trois'. Isso não passaria pela cabeça de nenhum de nós, nem remotamente", afirmou Byrne ao jornal "The Times".

Tilda, que em 2008 ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante por sua atuação em "Conduta de Risco", conheceu Kopp nos sets de filmagem de "As Crônicas de Nárnia - O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa".

Nos últimos três anos, Byrne, que escreveu o roteiro de uma famosa série de TV, manteve um relacionamento com a iluminadora Jenine Davies, com quem vive atualmente.

Tilda e Byrne iniciaram um romance em 1989, enquanto trabalhavam na série de TV "Your Cheatin' Heart", protagonizada pela atriz.

À época, o dramaturgo foi para Londres viver com a artista. Mas, depois do nascimento dos gêmeos Honor e Xavier, em 1997, o casal retornou à Escócia. Nove anos depois, eles se separaram.

Byrne, que diz que ele e Tilda continuam sendo amigos, declarou ao "Times": "O que se pode fazer? Punir alguém por ter se apaixonado por outra pessoa? Esta não é a forma certa de se proceder". EFE jr/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG