O dono da loja de fogos de artifício que explodiu na semana passada em Santo André, no ABC paulista, se apresentou hoje à Polícia acompanhado por um advogado. Sandro Luiz Castellani, de 41 anos, deve ser indiciado por crime de explosão e pelas consequências decorrentes dele, como danos ao patrimônio, lesões corporais e dois homicídios.

A explosão da semana passada matou duas pessoas e atingiu 30 casas nas imediações. O comerciante está neste momento no 3º DP de Santo André.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.