Dono de gráfica é assassinado em posto na Grande São Paulo

Um empresário foi assassinado na noite de terça-feira em um posto de combustíveis no limite entre os municípios de São Paulo e Osasco. Dono de uma gráfica, Hilário Vaz Ribeiro, de 43 anos, foi baleado por pelo menos cinco tiros, todos disparados pelas costas.

Redação com Agência Estado |

Como nada foi roubado, a Polícia Civil acredita que o crime tenha sido motivado por vingança. Ribeiro havia registrodo no 10º DP de Osasco, no fim do mês passado, um boletim de ocorrência em que relatava ter sido ameaçado.

O caso

Ribeiro parou o automóvel na noite de terça-feira em um posto de combustíveis no sentido Castello Branco da Marginal do Tietê. Ele desceu do carro e foi até a loja de conveniência para comprar bebida. Em seguida, voltou ao veículo e, enquanto estava mexendo no porta-malas, foi abordado pelo criminoso, que atirou. Foram pelo menos cinco disparos.

Em seguida, o suspeito fugiu em um automóvel, no qual um amigo o aguardava. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.

A Polícia Civil vai requisitar ao posto de combustíveis as imagens do circuito interno de câmeras de segurança para verificar se o crime foi gravado.

O homicídio foi registrado no 10º Distrito Policial (DP), de Osasco, e será investigado pelo Setor de Homicídios da cidade. Até o fim desta madrugada, ninguém havia sido preso.

Leia mais sobre assassinato

    Leia tudo sobre: assassinatoviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG