Dono de churrascaria falta em depoimento sobre acidente

O proprietário da churrascaria em São Caetano do Sul, no Grande ABC paulista, onde ocorreu a explosão no domingo que deixou duas pessoas feridas, entre elas um menino de 3 anos, faltou ao depoimento marcado para a tarde desta terça-feira. Ele, então, seria ouvido hoje às 10 horas, mas até as 10h30 ainda não havia chegado à 1º Delegacia de Polícia da cidade, informou a corporação.

Agência Estado |

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o depoimento estava marcado para as 15 horas de ontem. Seu advogado chegou a pedir que a sessão fosse adiada, mas o delegado negou o requerimento. Então, o delegado Rui Diogo da Silva acabou transferindo o depoimento para hoje.

O menino de 3 anos ferido na explosão continua internado em estado gravíssimo na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Ele teve queimaduras de 2 e 3º graus em 54% do corpo, informou o hospital. O padrasto da criança, que também ficou ferido, permanece internado, mas seu quadro de saúde é estável.

    Leia tudo sobre: acidentechurrascaria

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG