Há 60 anos, a vida de José Domingos de Moraes, o Dominguinhos, estava prestes a mudar, sem que ele, na época um garoto de 8 anos, soubesse de fato. Na ocasião, ainda em Garanhuns, sua cidade natal, em Pernambuco, acompanhado de seus dois irmãos, Moraes e Valdomiro, com quem tocava frequentemente em feiras e portas de botequins, foi levado para se apresentar em um banquete.

O anfitrião, o homem que mudaria o destino do jovem sanfoneiro, atendia pelo nome de Luiz Gonzaga.

Hoje, aos 68 anos, Dominguinhos lança seu primeiro DVD, como forma de coroar a longeva carreira bem-sucedida, sendo incapaz de olhar para trás sem agradecer as marcas indeléveis que o Rei do Baião deixou em sua vida. "Luiz Gonzaga foi uma espécie de segundo pai. Ele me deu uma grande chance. Quando é para duas pessoas se encontrarem, não tem jeito, é da vida", diz Dominguinhos.

O sanfoneiro apresenta neste final de semana o DVD "Dominguinhos - Ao Vivo" em show no Teatro Fecap, na Liberdade, em São Paulo. A gravação aconteceu há quase um ano, em 13 de dezembro, data de nascimento de Luiz Gonzaga (Dia Nacional do Forró), em Nova Jerusalém, em Pernambuco. Em mais de duas horas e meia de show, toda a prova da versatilidade e da envergadura musical espontânea de Dominguinhos, registradas em 37 músicas.

Uma grande festa, que consegue ser ao mesmo tempo dançante e emotiva, para lembrar sucessos do sanfoneiro ao lado de inúmeros parceiros, em diferentes fases de sua carreira. O DVD não deixa nenhum de seus maiores sucessos de fora, como "Aconchego, que estourou na voz de Elba Ramalho, "Isso Aqui Tá Bom Demais", "Gostoso Demais" (todas com Nando Cordel), "Lamento Sertanejo" e "Abri a Porta" (com Gilberto Gil), "Eu Só Quero um Xodó" e "Tenho Sede" (com a primeira esposa, Anastácia) e uma das mais belas composições do sanfoneiro, ainda hoje muito executada nas rodas de choro do Brasil, o "Choro pro Miudinho" (só de Dominguinhos), feita em homenagem ao zabumbeiro Miudinho que acompanhava Luiz Gonzaga. Como não poderia deixar de ser, o registro também traz composições de Gonzagão, Pixinguinha, Sivuca, Chico Buarque, Orlando Silveira, Ratinho e Zequinha de Abreu.

No DVD, destaque para as participações de Elba Ramalho e Renato Teixeira, que não participarão dos shows na Fecap neste final de semana. Na ocasião, Dominguinhos sobe ao palco ao lado de uma formação com guitarra, baixo, bateria, triângulo, zabumba, agogô e, como ocorreu na gravação, com sua filha, a cantora Liv Moraes. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Dominguinhos . Teatro Fecap (400 lug.). Avenida Liberdade, 532. Tel. (011) 2626- 0929. Hoje e amanhã, 21h. dom., 19h. R$ 30.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.