Dolly pode virar furacão no Golgo do México

Os meteorologistas do México e dos Estados Unidos acompanham o desenvolvimento da tempestade tropical Dolly, que está dentro do Golfo do México, e que pode se transformar num furacão ainda na manhã desta terça-feira.

Climatempo |

De acordo com o boletim meteorológico das 6 horas de Brasília do NHC /Miami (National Hurricane Center), nos Estados Unidos, Dolly estava se intensificando. Os ventos constantes eram estimados em 95 km/h, com rajadas maiores. Desde ontem vigora um alerta de furacão nas cidades costeiras ao sul do Texas e também na costa nordeste do México. Um alerta de furacão significa que há possibilidade de formação de um furacão dentro de 24 horas. A expectativa do NHC é que Dolly passe a ser um furacão antes de atingir regiões em terra. Por enquanto, as bandas de nuvens pesadas e de chuva do sistema estão sobre as águas do Golfo do México. Esta é uma região de águas quentes que justamente são o alimento de furacão. Se Dolly se converter em um furacão, será o primeiro da temporada 2008 a atingir os Estados Unidos.

Dolly começou a ser monitorada na manhã do domingo, 20 de julho. Ainda como tempestade tropical, o sistema passou pela península de Iucatã na madrugada de ontem, com chuvas intensas e ventos em torno de 85 km/h. Ontem pela manhã, o centro da tempestade, que é a região mais intensa, já avançava pelo sul do Golfo do México, confirmando as previsões meteorológicas.

A presença de Dolly no Golfo do México, já teve efeito no mercado mundial de petróleo, refletindo na elevação do preço do barril de petróleo. No domingo, a Shell retirou os trabalhadores das plataformas do golfo do México.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG