Dois amigos setuagenários percorreram de scooter os 5.500 km que ligam San Francisco a Nova York, para prestar uma homenagem à mítica Lincoln Road e mostrar que a paixão pela aventura segue intacta depois dos 70 anos.

O nova-iorquino Buddy Rosenbaum, 71 anos, e o californiano Bob Chase, 72 anos, começaram a viajar de moto juntos há 10 anos, e já rodaram o mundo inteiro. Eles acabam de encerrar sua viagem na Times Square, no coração de Manhattan.

Porém, desta vez, os dois amigos trocaram suas potentes motos de mais de 1.000 cm3 por um modelo de scooter com três rodas, que consome bem menos e tem uma velocidade máxima de 150 km/h, além de proporcionar uma melhor estabilidade.

Eles chegaram segunda-feira a Manhattan depois de percorrer em um mês a 'Lincoln Road', a primeira estrada transcontinental dos Estados Unidos, gastando apenas 300 dólares em gasolina.

Nos Estados Unidos, um galão (3,8 litros) de gasolina custa quatro dólares.

"Bob e eu sempre fomos apaixonados pela aventura de moto, e mesmo se a viagem estava ficando cada vez mais difícil, não queríamos desistir", declarou Buddy Rosenbaum à AFP, no restaurante onde comemoraram a façanha.

De acordo com este médico aposentado, que percorreu o Himalaya, a Patagônia a as estepes russas de moto com seu amigo empresário, uma das lições desta aventura é que a vida não pára depois dos 70 anos.

"É possível continuar vivendo suas paixões, a velhice não é um motivo para desistir", afirmou.

O outro objetivo deste périplo era prestar uma homenagem à 'Lincoln Road', qualificada por Bob Chase de "tesouro" do patrimônio cutlural e da civilização americana.

"Trata-se de um verdadeiro museu de 5.500 km, que precisa ser preservado", ressaltou.

ltl/yw/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.