Dois são presos após danificarem carros em loja de SP

SÃO CAETANO DO SUL - Duas pessoas foram presas na noite desta quarta-feira acusadas de causar danos qualificados e lesão corporal após danificarem 12 veículos em uma loja de carros em São Caetano do Sul, no Grande ABC paulista.

Redação com Agência Estado |

Acordo Ortográfico

Segundo informações da polícia, pai e filho entraram no estabelecimento cobrando a solução para o atraso de uma documentação de transferência de um carro adquirido há pelo menos cinco meses. No entanto, o dono da loja disse que o automotivo havia sido adquirido há dois meses e que toda a documentação é válida. "Eles queriam estragar a minha vida", contou muito nervoso o proprietário do estabelecimento.

AE
AE

Apenas um dos 12 carros destruídos pelos agressores

Antônio Flores da Silva, de 48 anos, chegou ao local com um cabo de madeira e, motivado pelo filho, Danilo Andric Silva, de 22 anos, começou a danificar os veículos da revendedora.

Rinaldo Blanco, proprietário da loja, afirmou que pai e filho foram para cima dele e de seu irmão Rildo, com a intenção de agredí-los. Rinaldo contou ainda que a dupla anunciou portar uma arma de fogo. Após o ocorrido, os dois irmãos foram encaminhados ao Hospital Albert Sabin e depois de medicados foram liberados. 

De acordo com o boletim de ocorrência, feito na Delegacia Sede de São Caetano do Sul, o agressor reclamou que a transferência do veículo ainda não havia sido realizada por parte da loja, que alegou que o prazo estava dentro da normalidade. Os dois foram liberados nesta quinta-feira após pagarem fiança.

Leia mais sobre: violência em São Paulo

    Leia tudo sobre: abcagressão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG