Documentário em animação sobre Rê Bordosa é exibido em Gramado

GRAMADO ¿ A personagem mais famosa do cartunista Angeli é o tema do curta-metragem ¿Dossiê Rê Bordosa¿, de Cesar Cabral, um dos destaques de hoje no 36º Festival de Cinema de Gramado. O filme é um documentário em animação que procura respoder por que Angeli ¿matou¿ a personagem.

Fabio Prikladnicki |

Os dramas pessoais dão o tom nos outros três curtas de hoje na mostra competitiva: O Presidente dos Estados Unidos, de Camilo Cavalcante, Subsolo, de Jaime Lerner, e Osório, de Heloisa Passos e Tina Hardy. Ao todo, doze filmes concorrem ao kikito na categoria.

A seleção dos curtas deve andar, este ano, passo a passo com os longas em matéria de qualidade técnica e inventividade. Produções como Hiato, de Vladimir Seixas (documentário sobre uma visita de manifestantes sem-teto a um shopping em 2000), e Blackout, de Daniel Rezende (ficção sobre um encontro de um assessor de político corrupto com um colega para fumar maconha), mostram que os filmes de breve duração deixaram de ser um formato para cineastas supostamente iniciantes, consolidando-se como uma opção narrativa eficaz.

A mostra de curtas se encerra amanhã, com Areia, de Caetano Gotardo, Homens, de Lucia Caus e Bertrand Lira, Um Ridículo em Amsterdã, de Diego Gozze, e Booker Pittman, de Rodrigo Grota.

Saiba mais sobre Festival de Cinema de Gramado .

    Leia tudo sobre: festival de gramado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG