Documentário de Padilha fecha participação brasileira em Berlim

Berlim, 11 fev (EFE).- O Brasil encerrou sua passagem pela 59ª edição do Festival de Cinema de Berlim com o documentário Garapa, de José Padilha, rodado em preto e branco na seção Panorama.

EFE |

Padilha, que no ano passado conseguiu o Urso de Ouro em Berlim pelo impactante "Tropa de Elite", exibiu um documentário considerado "impecável" pela crítica local.

A produção repassa os esforços de sobrevivência de três famílias no nordeste do Brasil, afetadas pela constante ameaça da fome.

Míseras casas, falta de higiene, desemprego e a perturbadora falta de comida e água potável são os elementos que compartilham os três núcleos familiares de "Garapa", cujo título alude à água fervida com açúcar que as crianças tomam perante a carência de leite.

O Brasil, que em 2008 obteve o Urso de Ouro, exibiu no Festival de Berlim, além de "Garapa", o filme "Vingança" de Paulo Pons, também na seção Panorama.

Leia mais sobre: José Padilha

    Leia tudo sobre: josé padilha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG