Djokovic derrota Simon e vai à final da Masters Cup

O sérvio Novak Djokovic, tenista número 3 do mundo, conquistou a classificação para a final da Masters Cup de Xangai, neste sábado, ao superar o francês Gilles Simon por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 4/6, 6/3 e 7/5. Na decisão, Djokovic vai enfrentar o vencedor do confronto entre o russo Nicolay Davydenko e o escocês Andy Murray.

Agência Estado |

Surpresa da competição que reúne os oito melhores da temporada, Simon, que entrou na vaga do espanhol Rafael Nadal, começou melhor a partida. O francês foi mais consistente no saque, apresentando um aproveitamento de 93% com o primeiro serviço. Já Djokovic teve dificuldade para confirmar os seus saques - aproveitou apenas 66% no primeiro serviço - e cedeu seis break points. Simon aproveitou um deles e fechou o primeiro set.

Na parcial seguinte, o número 3 do ranking abriu vantagem de 2 games a 1 logo no início e não teve dificuldade para manter o seu serviço e empatar a partida. Simon sentiu dores no pescoço e recebeu atendimento médico na quadra. No terceiro set, o francês manteve o bom desempenho no fundo de quadra, demonstrando agilidade e rapidez para chegar nas bolas mais difíceis.

Djokovic, no entanto, se recuperou e obteve uma quebra no terceiro game. Concentrado, Simon tentou reagir no game seguinte, abrindo 30 a 0, mas não resistiu a dois aces seguidos do sérvio. O set parecia encaminhado, mas Simon devolveu a quebra, empatando 5 games a 5. Djokovic respondeu na seqüência e voltou a se impor no saque adversário. Ambos os tenistas demonstravam cansaço, mas o sérvio confirmou o seu serviço e fechou a partida depois de 2h51min de duelo.

Ainda neste sábado, na outra semifinal, o russo Nicolay Davydenko enfrentará o escocês Andy Murray, que eliminou o suíço Roger Federer da competição. A final será realizada a partir das 6 horas da manhã deste domingo (horário de Brasília).

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG