O depoimento de Fernando Luis Mattos da Matta, conhecido como DJ Marlboro, marcado para esta terça-feira na CPI da Pedofilia do Senado foi cancelado. O DJ é acusado de abusar sexualmente de uma menina de quatro anos. Também prestaria depoimento Júnia Fonseca Duarte, ex-namorada do DJ e sobrinha dos pais da criança.

O advogado de Marlboro argumentou que a convocação não foi encaminhada ao acusado, mas ao advogado que não defenderia Marlboro na CPI. Agora, o DJ deverá comparecer à comissão, acompanhado pela Polícia Federal.

O crime é investigado pela Justiça carioca. Segundo informações da comissão, ela não compareceu à CPI por estar em viagem.

A comissão parlamentar de inquérito criada para investigar crimes de pedofilia cometidos com o uso da internet já ouviu os pais da criança, que relataram detalhes do suposto abuso.

Segundo advogados de Malboro, o DJ não passou mais de 20 minutos com a menina e exames médicos teriam conprovado a integridade física da criança. Além dos exames físicos, também foi realizada perícia em computador de Malboro.

Leia também:

Leia mais sobre CPI da Pedofilia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.