Divulgado retrato falado de criminoso do Morumbi, em SP

A polícia divulgou ontem o retrato falado de um dos quatro acusados de agredir e torturar uma família, no Morumbi, na zona sul de São Paulo, no dia 16. O grupo invadiu a casa à procura de um cofre e ameaçou eletrocutar uma mulher com câncer e abusar sexualmente de uma criança.

Agência Estado |

Os suspeitos chegaram a atirar na cabeça do dono do imóvel, mas o disparo falhou. Apenas um dos autores do crime está preso.

O proprietário da casa, o analista de sistemas A.C.S., de 44 anos, ajudou a polícia a elaborar a foto do mais velho do grupo. "Gravei a imagem dele. Ficava repetindo as características para mim", contou a vítima, que pediu para não ser identificada.

O homem descrito aparenta ter 30 anos de idade e 1,70 metro de altura. Seus olhos são pretos e os cabelos, encaracolados e curtos. Magro, tem tatuagens no corpo. No dia do crime, ele vestia uma camisa azul e calça jeans. "O que interessa é o mais velho, dava para ver que ele sabia o que estava fazendo."

Faltam, ainda, os retratos de dois acusados. Um deles, apontado pelo analista como o mais agressivo, aparenta ter cerca de 15 anos e 1,80 metro de altura. Não há detalhes sobre as características do quarto integrante do bando. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG