Surgiu hoje a primeira polêmica envolvendo as Olimpíadas no Rio de Janeiro, em 2016. O prefeito Eduardo Paes disse que o Comitê Olímpico Internacional (COI) abriu uma janela para a organização dos Jogos transferir parte ou todo o Centro de Mídia e algumas instalações esportivas da Barra da Tijuca para a zona portuária, no centro da cidade, alterando assim o projeto apresentado na candidatura.

No entanto, pouco tempo depois das declarações de Paes,o diretor executivo de Jogos Olímpicos do COI, o suíço Gilbert Felli, durante entrevista coletiva - sem a presença do prefeito - no Hotel Copacabana Palace, praticamente vetou a ideia e negou que tenha conversado com Paes sobre o assunto. O mal-estar estava criado.

Sentado ao lado de Felli, o presidente do Comitê Organizador da Olimpíada, Carlos Arthur Nuzman, preferiu o silêncio."Estou surpreso de ouvir essa notícia", disse o dirigente do COI, que participou da 1ª reunião no Rio sobre os Jogos de 2016. "Qualquer alteração (no projeto) tem de ser aprovada pelo COI."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.