High school musical , agora nos cinemas - Brasil - iG" /

Disney investe forte na franquia High school musical , agora nos cinemas

A nova galinha dos ovos de ouro da Disney, a comédia romântico-musical High school musical 3, que estréia na próxima semana em vários países, é apenas a réplica para as telonas dos dois primeiros telefilmes que já foram dublados em 24 idiomas, vistos por 250 milhões de pessoas e renderam milhares de milhões de dólares em produtos derivados.

AFP |

O primeiro "High school musical" teve orçamento modesto, mas foi um sucesso tão espontâneo e inesperado que levou o estúdio a produzir o segundo, com um orçamento muito mais importante. E voltou a conquistar a garotada.

"No princípio, o público norte-americano era composto principalmente por meninas de nove a 15 anos, mas hoje é muito maior, e o sucesso é grande na América Latina e na Ásia", explicou o diretor do filme, Kenny Ortega, em entrevista à AFP.

"As crianças são atraídas pela música e a dança. Até minha filha de 4 anos mexe o esqueleto diante da tela", contou, rindo.

Na Grã-Bretanha, o ator Zac Efron, que interpreta o capitão da equipe de basquete que faz as meninas suspirarem, é tão popular que já tem uma estátua de cera no museu da Madame Tussauds, em Londres. O resto do elenco também aproveita a onda de sucesso com comerciais e participações em seus próprios filmes.

O CD de "High school musical", por sua vez, já vendeu mais de quatro milhões de cópias só nos Estados Unidos.

Comédia musical interpretada por adolescentes e destinada aos adolescentes, a franquia extrapolou o sucesso junto ao público-alvo e virou produto indispensável para a estratégia comercial da Disney, que já a transferiu para espetáculos teatrais, shows ao ar livre, atrações nos parques temáticos, livros, peças de roupas, acessórios e videogames.

De fato, para melhorar seus resultados financeiros, a empresa optou por produzir menos filmes, mas obter lucros máximos com cada um deles aumentando a gama de produtos derivados.

E "High School Musical" é sua mais lucrativa franquia.

Somente os produtos derivados implicam um faturamento de 2,7 bilhões de dólares no exercício 2007/2008. Muito mais do que os resultados medíocres obtidos pela caríssima animação "Wall-E", produzida pela Pixar.

Promovido por uma eficiente estratégia de marketing, "High school musical 3", que custou 30 milhões de dólares, será distribuído em 35 países.

O filme estréia na quarta-feira em cinco países (França, Grã-Bretanha, Suécia, Egito e Filipinas), e dois dias depois nos Estados Unidos.

Posteriormente, está prevista sua estréia em 13 de novembro na Rússia, dia 20 no Vietnã, e 24 no Brasil.

Para alimentar o interesse dos fãs, foram organizadas pré-estréias em Estocolmo, Paris, Madri, Munique e Londres.

Uma quarta seqüência já está em fase de produção, mesmo sem o galã Zac Efron.

"É hora de crescer", declarou o jovem ator de 20 anos de idade disposto a alçar novos vôos.

E, depois de remakes argentino, mexicano e brasileiro, a obra ainda terá uma versão indiana, rodada em Bollywood.

ref.mc/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG