Dirigentes de diretórios do PSDB querem Serra candidato

BRASÍLIA (Reuters) - Se depender da maioria dos presidentes dos diretórios estaduais do PSDB, o governador de São Paulo, José Serra, será o candidato oficial do partido na sucessão presidencial de 2010. O tucano disputa com o colega Aécio Neves, governador de Minas Gerais, a vaga para a sucessão nacional.

Reuters |

Dos 25 presidentes estaduais da legenda entrevistados pela Reuters, 16 declararam tendência pró-Serra caso o partido realize prévias. Apenas um contemplou vitória de Aécio. O restante não soube ou não quis responder.

Todos, que falaram sob a condição de anonimato, externaram opinião própria sobre a disputa, mas devem espelhar o sentimento de grande parte dos integrantes do diretório.

Somente dois Estados, localizados no Norte do país, não quiseram participar da sondagem.

"Os dois nomes do PSDB não se colocarão como pré-candidatos até o final do ano. A escolha só será feita entre dezembro e fevereiro do ano que vem e qualquer conclusão agora é precoce", sentencia o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE).

A data mencionada por Guerra para uma eventual prévia foi acertada em encontro recente entre Serra e Aécio.

Para justificar a previsão, os dirigentes argumentam que o pré-candidato paulista tem maior e melhor trânsito nacional.

"O governador Aécio, que é um excelente nome também, teria que fazer um enorme trabalho no Brasil para que ele tenha um nível de conhecimento que o Serra tem", afirma um dos presidentes estaduais.

Os 16 Estados, cujos presidentes apontam Serra como favorito, abrangem pouco mais de 67 por cento do 1,2 milhão de filiados do partido no país e representam cerca de 70 por cento do eleitorado brasileiro.

A cúpula tucana quer evitar um racha na legenda e trabalha por um entendimento entre os dois nomes sem a necessidade de prévias. Alguns chegam a cogitar uma chapa pura encabeçada por Serra, com Aécio na vice.

Segundo o levantamento, 19 entrevistados optam pela negociação, mas não descartam a disputa formal para fazer prevalecer o mais forte. Somente seis presidentes locais são contrários a uma consulta aos filiados.

O mecanismo das prévias é previsto no estatuto do PSDB e terá suas regras definidas se o Diretório Nacional do partido decidir que elas irão acontecer. A princípio, segundo a legenda, o pleito contaria com a participação de todos os filiados do partido.

SERRA: DE QUALQUER JEITO

Entre os dirigentes avessos às prévias, alguns acham melhor uma decisão direta da cúpula do partido para evitar desgastes.

"O Serra tem um nome nacional mais forte. Agora, em compensação, a gente sabe que ele tem mais rejeição (junto ao eleitorado)", comenta o cientista político Rodolfo Teixeira, da Universidade de Brasília (UnB).

Para o professor, o governador paulista deve vencer no PSDB com ou sem prévia, mas pondera que a candidatura de Aécio para a Presidência da República romperia com uma tradição. Desde 1990, todos os candidatos tucanos indicados para concorrer ao cargo vêm de São Paulo.

Aécio tem a opção de deixar o PSDB e filiar-se a outros partidos. O mais cotado seria o PMDB, que já teria feito uma proposta ao mineiro. Mas, apesar de querer derrotá-lo no âmbito interno, Serra não quer perder o crucial apoio do colega, aprovado por 75 por cento do eleitorado mineiro, o segundo maior colégio eleitoral do país, depois de São Paulo.

"Talvez valesse a pena ele migrar para outro partido", completa Teixeira.

O Brasil não tem ampla tradição de realizar prévias e o próprio PSDB tem dificuldade em aceitar o mecanismo como fórmula para dirimir divergências. Em 2006, Serra retirou-se do páreo contra o tucano Geraldo Alckmin antes da disputa interna.

O PT realiza prévias desde sua fundação em 1980. Em 2002, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva venceu a disputa com o senador Eduardo Suplicy (SP).

Nos Estados Unidos, ao contrário, as prévias são quase uma eleição à parte. Inicialmente favorita no Partido Democrata, a senadora Hillary Clinton acabou derrotada nas primárias pelo colega Barack Obama, eleito presidente em novembro do ano passado.

    Leia tudo sobre: serra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG