catástrofe aérea - Brasil - iG" /

Diretor-geral da Air France diz que houve catástrofe aérea

Paris - O diretor-executivo da Air France, Pierre-Henri Gourgeon, declarou que se está diante de uma catástrofe aérea, em relação ao desaparecimento do avião da companhia que cobria a rota Rio de Janeiro-Paris com 228 pessoas a bordo.

EFE |

    Gourgeon concedeu uma entrevista coletiva no aeroporto Charles de Gaulle, onde o voo AF447 deveria ter aterrissado por volta das 11h15 (6h15 de Brasília).

    O avião da Air France desapareceu do radar após ter atravessado uma área de "fortes turbulências" por volta das 4h14 (23h14 de Brasília de domingo), tinha informado a companhia, em comunicado.

    A Air France precisou que, a essa hora, teve informação da existência de uma "avaria do circuito elétrico" do aparelho, um Airbus A330-200.

    O avião "passou por uma área de tempestades com turbulências fortes", segundo um comunicado da companhia, cujo diretor de comunicação, François Brousse, mencionou depois a possibilidade de que o aparelho tivesse sido atingido por um raio.

    Brousse afirmou que essa possibilidade é "a mais provável", e mencionou que as circunstâncias meteorológicas da área de turbulências e tempestades pela qual o avião passou poderiam explicar o que aconteceu com o aparelho.

    Leia também:

    Leia mais sobre: viagem aérea

      Leia tudo sobre: aviação

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG