La teta asustada destaca conexão de Berlim com América Latina - Brasil - iG" /

Diretora de La teta asustada destaca conexão de Berlim com América Latina

BERLIM - A diretora Claudia Llosa, cujo filme, o hispânico-peruano La teta asustada, conquistou hoje o Urso de Ouro do Festival de Cinema de Berlim, elogiou a maravilhosa conexão que a mostra cinematográfica tem com a América Latina.

EFE |

Esta foi a segunda edição de um dos festivais de cinema mais importantes do mundo em que uma produção latino-americana conquista o prêmio principal, já que, no ano passado, o filme vencedor foi o brasileiro "Tropa de Elite", de José Padilha.

"Estou nas nuvens. Isto é um sonho feito realidade", destacou a cineasta na entrevista coletiva posterior à entrega dos prêmios.

Ela afirmou que espera que o reconhecimento internacional favoreça a exibição, no exterior, dos produtores latino-americanos.

"Precisamos que as pessoas conheçam nosso cinema. Tomara que este prêmio convide mais diretores a fazer novos projetos e o público a se entregar a nosso cinema e a desfrutar dele", afirmou.

Llosa destacou o enriquecimento que representou ao filme o fato de ser uma coprodução, e defendeu a "mestiçagem no cinema".

"Espero que este prêmio seja um impulso para que haja mais coproduções entre América Latina e outros países", ressaltou.

    Leia tudo sobre: urso de ouro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG