Diretor ganhador do Oscar é preso por acusações de estupro

NOVA YORK ¿ O diretor do filme Luz da Minha Vida (1977), Joseph Brooks, foi detido hoje após ter sido acusado de estuprar 11 mulheres. Segundo a Promotoria de Nova York, as garotas eram atraídas até a casa do cineasta pensando que fariam testes para atuar em alguma produção.

Redação com EFE |

AP

Joseph Brooks é levado pela Polícia

"A investigação revela que Brooks atacou sexualmente mulheres de idades entre 18 e 30 anos em seu apartamento de Manhattan", explicou Robert Morgenthau, promotor público de Nova York, em comunicado.

Brooks venceu o Oscar de Melhor Canção Original em 1977 com a música "You Light Up My Life", que faz parte da trilha sonora do filme homônimo ¿ em português, "Luz da Minha Vida".

As autoridades nova-iorquinas também apresentaram acusações contra a assistente pessoal do diretor, Shawni Lucier, de 42 anos, acusada de ter ajudado nesses abusos. Consciente das atitudes de Brooks, ela teria ajudado a atrair as vítimas e marcar as visitas.

Brooks, de 71 anos, é alvo de 91 acusações, todas elas relacionadas com agressões sexuais, abusos e roubo, e ligadas a crimes supostamente cometidos entre março de 2005 e abril de 2008. Alguns dos delitos preveem penas de 25 anos de prisão.

Leia mais sobre: Joseph Brooks

    Leia tudo sobre: cinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG