Wall-E diz que tentou passar sensação de documentário em filme - Brasil - iG" /

Diretor de Wall-E diz que tentou passar sensação de documentário em filme

México, 29 jun (EFE).- O diretor americano Andrew Stanton disse hoje que o sucesso dos personagens criados pelos estúdios Pixar está relacionado às características humanas deles e que foi isso o que quis refletir em seu último trabalho, Wall-E, com o qual buscou criar uma sensação de documentário.

EFE |

"Achamos que os filmes devem ter personagens reais, com as mesmas virtudes e defeitos que todos nós temos. Que nem tudo seja felicidade ou tristeza, mas tenha de tudo, e assim ocorre em nossas histórias", disse o cineasta à Agência Efe.

Em uma visita promocional ao México por ocasião do lançamento do filme no país, Stanton, ganhador do Oscar de melhor filme de animação em 2003 por "Procurando Nemo", afirmou que, com o longa, foi possível aperfeiçoar a animação e aumentar a sensação de realismo.

"Fizemos um grande trabalho para que o filme viesse assim.

Trabalhamos muito na iluminação, em tudo, para que houvesse a sensação de que havia um cinegrafista ali, para que (os espectadores) tivessem a sensação de estarem diante de um documentário", destacou.

O diretor declarou que há 14 anos nasceu a idéia de fazer uma história baseada em "Wall-E", abreviatura de "Waste Allocation Load Lifter Earth-Class", o último robô que fica sobre a face da Terra em um lugar pós-apocalíptico devido à extrema poluição e ao aquecimento do planeta.

A história, uma das mais aplaudidas pela crítica americana, se passa em 2700, e conta a vida de um pequeno robô que vive sozinho no planeta por 700 anos, abandonado pelos humanos devido à poluição.

"Utilizei todos estes elementos (poluição) com muita honestidade.

Só o fiz para impelir a história de amor e para fazer a pergunta que 'Wall-E' se faz neste mundo: Qual é a importância de se viver? O que são as pessoas e as relações? E o que é nos amarmos uns aos outros?", explicou.

Embora com "Procurando Nemo" tenha recebido um Oscar, Stanton disse que um diretor não faz filmes com esta intenção, mas que não seria nada mal levar para casa uma segunda estatueta. EFE ara/bm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG