Unificação de banco de dados deve aumentar número de escutas telefônicas, prevê PF" / grampeadas - Brasil - iG" / Unificação de banco de dados deve aumentar número de escutas telefônicas, prevê PF" /

Diretor da PF afirma que mais de 5 mil pessoas estão grampeadas

BRASÍLIA - O diretor-geral da Polícia Federal (PF), Luiz Fernando Correa, disse nesta quarta-feira que, atualmente, há 5.800 pessoas interceptadas pela Polícia Federal, no Brasil. Em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito das Escutas Telefônicas, na Câmara dos Deputados, o diretor rejeitou a crítica de que estaria havendo uma banalização dos grampos no País. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/04/15/unificacao_de_banco_de_dados_deve_aumentar_numero_de_escutas_telefonicas_preve_pf_1273851.html target=_blankUnificação de banco de dados deve aumentar número de escutas telefônicas, prevê PF

Regina Bandeira - Último Segundo/Santafé Idéias |

Ele citou que dos 163 mil inquéritos abertos de 2003 a 2007, que geraram a abertura das 478 grandes operações da PF, apenas 3,5 % desses executaram interceptações telefônicas durante as investigações. Ele declarou ainda que existem 2.100 novos pedidos para quebra de sigilos telefônicos na PF. No correr das investigações, pode-se optar ou não pela escuta. Não se pode dizer que ela está banalizada, pelo menos no âmbito da PF, destacou.

Sobre o vazamento de informações, ele afirmou que a prática é muito atribuída a Polícia Federal, pois é ela que faz as escutas. No entanto, o diretor acredita que a maior responsabilidade é dos advogados e das partes dos autos, que têm acesso às informações quando elas saem das mãos da polícia.

A PF usa o sistema de monitoramento eletrônico em escutas telefônicas. O sistema tem capacidade para monitorar centenas de ligações, antes mesmo que possa ser expedida uma autorização judicial para isso.

Interceptações em 2007

Dados entregues à CPI dos Grampos por representantes das empresas telefônicas revelaram que 409 mil linhas telefônicas foram interceptadas com autorização da Justiça no Brasil em 2007. Deste total, 400 mil foram interceptações de celulares e 9 mil de telefones fixos.

A CPI iniciou seus trabalhos na segunda quinzena de fevereiro com a definição do roteiro. Instalada em dezembro do ano passado, ela inicialmente teria o objetivo de investigar denúncia de grampos contra ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), em agosto de 2007.

Leia mais sobre: CPI dos Grampos

    Leia tudo sobre: cpid dos grampos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG