O ex-ministro da Casa Civil e deputado federal cassado José Dirceu (PT) desferiu nesta terça-feira mais um ataque à pré-candidata do PV à Presidência da República, senadora Marina Silva (AC). Em seu blog, o petista acusou a ex-ministra do Meio Ambiente de dizer adeus à coerência ao articular o apoio do PSOL à sua candidatura nas eleições de 2010.

"Ao aliar-se ao PSOL, Marina Silva coloca-se na oposição radical não só ao governo Lula como ao PT", alfinetou o petista. "Rompe, assim, totalmente com seu passado e revela o caráter não programático de sua candidatura", emendou.

Dirceu acusou também Marina de "romper com sua história". "Rompe com sua história com questões que tanto criticou, como a busca dos partidos por alianças para obtenção de maior tempo de campanha na TV e aproximações com o empresariado", disse.

O petista reafirmou ainda que a senadora fez campanha antecipada quando "saiu a campo em defesa da adoção de regras claras para a pré-campanha" e quando criticou "aparições da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, em eventos e ações do governo federal no período pré-eleitoral".

Na última quarta-feira, Dirceu afirmou que a senadora está fazendo campanha eleitoral antecipada financiada pelo dinheiro público por meio da utilização da cota de passagens aéreas cedida pelo Senado para viagens pelo País e ao exterior.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.