Dirceu: Ciro é um problema maior para os tucanos

O ex-ministro da Casa Civil e deputado cassado, José Dirceu, disse hoje, em Fortaleza, que a eventual candidatura do deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) para presidente pelo PSB seria um problema maior para os tucanos do que para o PT. De acordo com ele, com Ciro e Dilma Rousseff (atual ministra-chefe da Casa Civil) no páreo, o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), teria votação inexpressiva no Nordeste.

Agência Estado |

Ele não mencionou a hipótese de Aécio Neves, governador de Minas, vir a ser o escolhido do PSDB para disputar a sucessão de Lula.

Dirceu reconhece, no entanto, que a candidatura de Ciro poderia atrapalhar as alianças PT/PSB nos Estados e enfraquecer os palanques. "Nós queremos que o PSB apoie a candidatura da Dilma, mas se o Ciro sair candidato, a solução para esse problema não está com o PT, está com o PSB", disse o petista.

O ex-ministro descartou a possibilidade de Ciro ser uma espécie de Plano B caso Dilma não suba nas pesquisas de intenção de voto. "Não existe Plano B pra nós. O Lula vai apoiar a Dilma. Ele vai fazer campanha pra ela como se fosse pra ele", enfatizou. E voltou a afirmar o desejo do presidente Lula de ter Ciro como candidato ao governo paulista.

Marina

O ex-ministro passou o dia na capital cearense. No final da manhã, concedeu entrevistas. No rádio, Dirceu fez críticas à pré-candidatura da ex-ministra Marina Silva pelo PV. "Em todo canto o PV tem aliança com o PSDB e com o DEM", afirmou. E também atacou: "Que ecológico que nada! O PV é um partido totalmente sem agenda ecológica".

Para Dirceu, Marina se comporta como os políticos tradicionais. "Eu esperava que ela (Marina) entregasse o cargo ao sair do PT. Não dá para criticar os políticos tradicionais e se comportar como eles", disse.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG