Dilma Rousseff sanciona lei antifumo para todo o País

Medida proíbe o fumo em locais coletivos fechados, privados ou públicos. Proibição só começa após regulamentação

iG São Paulo |

A presidenta Dilma Rousseff sancionou nesta quinta-feira a lei que proíbe o fumo em locais fechados em todo o País. De acordo com a publicação, "é proibido o uso de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos ou qualquer outro produto fumígeno, derivado ou não do tabaco, em recinto coletivo fechado, privado ou público. Considera-se recinto coletivo o local fechado, de acesso público, destinado a permanente utilização simultânea por várias pessoas."

Leia também: Lei antifumo escolhe novos alvos em São Paulo

A mudança na legislação foi publicada nesta quinta-feira no Diário Oficial da União. A medida proíbe o uso de cigarros em ambientes fechados, os chamados “fumódromos”. Essas medidas, porém, ainda precisam ser regulamentadas pelo governo para entrar em vigor.

O texto aprovado ainda torna obrigatório o aumento de avisos sobre os malefícios do fumo, que deverão aparecer em 30% da área frontal do maço de cigarros, partir de 1º de janeiro de 2016.

Ainda fica vedada, em todo o território nacional, a propaganda comercial desses produtos, com exceção apenas da exposição dos produtos nos locais de vendas, desde que acompanhada das cláusulas de advertência e tabela de preços, que deve incluir o preço mínimo de venda no varejo de cigarros classificados no código.

Medidas semelhantes já estão em vigor em São Paulo , Rio de Janeiro , Espírito Santo e no Paraná.

    Leia tudo sobre: antifumocigarrodilma rousseff

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG