Dilma Rousseff inicia maratona de viagens da campanha

A ex-ministra Dilma Rousseff começou nesta terça-feira uma maratona de viagens e debates preparada pelo comando do PT para garantir vitrine eleitoral até junho, quando será oficializada a campanha. Acompanhada por assessores, Dilma fica nesta terça e quarta-feira em Minas Gerais, região governada por Aécio Neves (PSDB), um tucano nem tão oposicionista assim. No roteiro, estavam um almoço em Ouro Preto, na Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), passagem por São João Del Rei e até uma visita ao cemitério onde o avô de Aécio e ex-presidente Tancredo Neves está enterrado.

Andréia Sadi, iG Brasília |

AE
A pré-candidata do PT em agenda na cidade de Ouro Preto, em Minas Gerais

Para manter a visibilidade da petista, dirigentes definiram que a melhor agenda pós-governo é intensificar viagens em São Paulo e em Minas Gerais. Apesar de ter feito carreira política no Rio Grande do Sul, Dilma nasceu em Belo Horizonte e chegou a afirmar, em mais de um discurso, que deixou a cidade com cerca de 20 anos de idade. "Deixei Minas, mas Minas não saiu do meu coração", lembrou.

A ideia das viagens é investir em um "roteiro afetivo", para reforçar os laços da ministra com o segundo maior colégio eleitoral do país comandado pelo tucano Aécio Neves.

Sem a exposição oferecida por eventos oficiais como o PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento), a coordenação da campanha quer levar Dilma a encontros com  movimentos sociais e militantes em diversas cidades do país e principalmente no Sudeste para aquecer a pré-campanha.

Em São Paulo o objetivo é aumentar a popularidade da ex-ministra na região, onde seu principal adversário ¿ o governador de São Paulo, José Serra (PSDB) ¿ tem maior vantagem em relação à petista.

Tropa de partidos

Além das viagens, o comando da campanha petista quer reunir já nesta semana apoio dos principais partidos aliados ao governo Lula para a ex-ministra. Ontem, em evento em Brasília, o PR praticamente fechou com a candidatura de Dilma. Na quinta-feira, será a vez do PCdoB declarar apoio ao PT, com direito a presença de artistas como os sambistas Martinho da Vila e Leci Brandão, em festa na capital.

No sábado, foi convidada para participar de evento com o ex-governador do Rio Anthony Garotinho, mas ainda não confirmou presença. No mesmo dia, o PSDB oficializa a candidatura de José Serra para a Presidência.

Leia mais sobre: Dilma Rousseff  - Eleições 2010

    Leia tudo sobre: dilma rousseff

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG