Dilma passa por quimioterapia em São Paulo

SÃO PAULO (Reuters) - A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, passou por sessão de quimioterapia nesta quinta-feira no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. Boletim médico divulgado pelo hospital destacou que a ministra já está de volta às suas atividades normais, em Brasília, sem dar mais detalhes.

Reuters |

Potencial candidata à sucessão presidencial em 2010, Dilma revelou em 25 de abril ter um câncer linfático. No total, ela terá de fazer tratamento quimioterápico a cada três semanas durante quatro meses para combater a doença, no mesmo hospital de São Paulo.

Sua agenda oficial informava que ela teria "despachos internos" às 10h e às 15h, enquanto o boletim do hospital afirmou que o procedimento médico ocorreu pela manhã.

(Reportagem de Carmen Munari)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG