BRASÍLIA - A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, negou hoje que o PMDB tenha pedido a diretoria de Exploração e Produção da Petrobras, ocupada por Guilherme Estrella, em troca de apoio na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar supostas irregularidades na estatal. Não tem sinal de alguém ter pedido isso para nós, disse Dilma, que, em outro momento, falou que a hipótese está fora de cogitação. Estou dizendo que não há a menor hipótese, não está em questão essa discussão para nós.

A ministra Dilma disse que seu apoio a Guilherme Estrela é irrestrito e elogiou o trabalho do diretor, afirmando que se trata de um técnico competente. A diretoria de Exploração e Produção, comandada por Estrella, é responsável pela exploração do pré-sal.

Questionada por jornalistas se o governo confiaria no PMDB, partido da base aliada do governo, para encabeçar a CPI da Petrobras, a ministra Dilma respondeu: "o PMDB é nosso aliado" e disse que as contrapartidas pedidas em troca de apoio "são parte da história".

As declarações foram feitas a jornalistas no retorno da ministra ao trabalho em Brasília, após internação motivada por efeitos colaterais de tratamento quimioterápico.

(Agência Brasil)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.