Dilma irá ao Senado só para falar do PAC, diz Franklin

O ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Franklin Martins, afirmou hoje que se a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, for convocada para depor na Comissão de Infra-Estrutura do Senado sobre atrasos nas obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), ela comparecerá. Mas falará somente sobre o atraso nas obras do PAC, disse.

Agência Estado |

"De forma nenhuma ela falará sobre dossiês que não existem, até porque estes dados, se existirem, são documentos sigilosos da Presidência da República e ninguém está acima da lei", esclareceu.

O ministro disse ainda que o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) é quem deve explicar como conseguiu as informações que levou ao Senado. Já o ministro das Cidades, Márcio Fortes, disse que se Dilma for convocada, irá responder sobre tudo que for questionada. Franklin avaliou que a oposição precisa ter propostas para a população e não se limitar a fazer "jogos de cena", pois só terá a perder. Segundo ele, em 1994, quando Fernando Henrique Cardoso lançou o Plano Real, foi criticado pelo PT, mas a população viu que o projeto era bom e Lula perdeu as eleições. "O presidente Lula só conseguiu se eleger quando admitiu que a proposta econômica estava correta", completou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG