Dilma insiste em dividir palanque com Ciro

No dia seguinte das declarações do deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) de que manterá sua candidatura à Presidência da República, a possível candidata do PT, ministra Dilma Rousseff, fez muitos elogios ao parlamentar e disse que gostaria de estar sempre no mesmo palanque que ele. Lembrou, no entanto, que uma possível desistência de Ciro cabe exclusivamente ao deputado.

Agência Estado |

"Tenho uma relação muito forte com o deputado Ciro Gomes. Convivi diariamente com ele no primeiro governo. É uma pessoa leal, correta, inteligente, capaz. Gostaria sempre de estar em palanque com ele, mas é uma decisão que não é minha", afirmou a ministra, depois de participar, ao lado do presidente Lula, da inauguração do Gasoduto Cabiunas.

Dilma voltou a destacar que ainda não foi oficializada como candidata pelo PT, o que acontecerá no encontro nacional do partido, entre os dias 18 e 20 deste mês. "Ninguém é candidato de si mesmo. Não vou colocar o carro na frente dos bois", afirmou a ministra.

A ministra afirmou que a pesquisa do Instituto Census divulgada esta semana, que indica seu crescimento nas intenções de voto, é apenas o retrato do momento. "Nós mulheres especialmente sabemos que salto alto não é bom", brincou a ministra.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG