escandalização do nada - Brasil - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Dilma: gastos da presidência é escandalização do nada

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, afirmou hoje, em entrevista coletiva, que considera estarrecedor o que chamou de escandalização do nada com os gastos da presidência. O presidente não poder receber dignatários internacionais sem seguir um ritual, não condiz com o tamanho do País, disse.

Agência Estado |

Ela também afirmou que "criticar o presidente por consumir carne fina é de uma falsa moral, um farisaísmo supor que o presidente não tenha um padrão de consumo".

A ministra disse ainda que todos esses dados com gastos passam pelo crivo de uma auditoria. "Pode ter na margem algum pequeno problema, mas pode olhar de lupa que não vai achar nada. Nem neste governo, nem no governo passado. Todos os gastos foram auditados", afirmou. "Isso é o que torna esse episódio estarrecedor." Ela disse que acha extremamente estranho o caso. "É como se aqueles que fizeram isso caíssem na própria armadilha. Agora inventam dossiê e manipulação. O que eu quero saber é quem é que chupou e manipulou os dados aqui dentro."

A ministra afirmou que essa pessoa cometeu crime ao fazer e divulgar as informações, "não porque tenham algo estarrecedor". Dilma disse que o episódio dos cartões corporativos compromete padrões democráticos mínimos e afirmou que essa falsa crise interessa àqueles que estão bastante incomodados com a situação muito otimista que o País passa. Ela considerou ainda estranha a tabela publicada no jornal Folha de S.Paulo que contém uma coluna referente a "observações" que não consta do banco de dados da Casa Civil.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG