A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, não quis analisar o crescimento de sua popularidade na última pesquisa CNT/Sensus, sobre a preferência dos entrevistados para a sucessão presidencial. Não faço análises de pesquisa, afirmou a ministra.

Ela disse também que não vai se licenciar para fazer campanha eleitoral, nesta fase final de eleições municipais.

"Sou ministra da Casa Civil e vou permanecer trabalhando. Campanha só no final de semana", disse a ministra, que participou hoje de reunião na Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) para discutir mudanças nos cursos de pós-graduação no Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.