Dilma está bem nas pesquisas, mas jogo ainda está indefinido, afirma Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva considerou positivo o desempenho da ministra Dilma Rousseff nas pesquisas eleitorais e afirmou nesta quarta-feira que ela ficará ainda mais conhecida quando deixar o governo.

iG São Paulo |

"É muito cedo para que a gente faça qualquer avaliação das eleições de 2010... a campanha vai começar quando começar a campanha na televisão", argumentou o presidente a jornalistas. "Eu acho que a performance da Dilma está bem, mas o jogo não está definido, não se sabe qual é a escalação dos times ainda."

Divulgação
Lula e Dilma em lançamento do Portal Brasil nesta quarta-feira
No fim de semana, pesquisa do Datafolha mostrou, no principal cenário, a ministra apenas 4 pontos percentuais atrás do provável candidato do PSDB, o governador de São Paulo, José Serra.

Para Lula, Dilma está se saindo como os governistas esperavam. "Acho que a pesquisa estava dentro de uma visão que nós tínhamos dentro do governo, a Dilma vai crescendo à medida que ela ficar conhecida e ela vai ficar mais conhecida quando sair do governo e começar a andar o Brasil livremente, a fazer campanha", completou.

Lula também fez um apelo aos parlamentares para que, em um ano eleitoral, não sejam tomadas decisões apenas com intuito de ganhar votos. "Aproveito o momento para fazer um apelo aos deputados e senadores que não é porque estamos em época eleitoral que vai se praticar a farra do boi. Não é banalizando decisões que se vai ganhar votos. É preciso ter juízo em ano eleitoral. Não se pode prometer mundos e fundos. A sociedade brasileira sabe que as conquistas foram resultado de um trabalho sério. Se dermos sinais de que a farra do boi vai começar, vamos perder a imagem de país sério."

As declarações foram dadas pelo presidente em rápida entrevista realizada após o lançamento do Portal Brasil (www.brasil.gov.br), ao comentar a decisão da Câmara dos Deputados de incluir uma emenda no projeto que cria o Fundo Social do pré-sal, que permite a utilização de parte do fundo para o reajuste de aposentadorias de valor superior a um salário mínimo. Questionado se vetaria a emenda, caso ela fosse confirmada pelo Senado, Lula disse: "Vamos esperar chegar (a medida para sanção). O presidente só se pronuncia quando o assunto chega as suas mãos."

O governo federal lançou hoje o Portal Brasil, que reúne todas as informações dos sites de governo em apenas um site. Durante a solenidade de lançamento, o presidente Lula chamou o site de "Google nacional, totalmente brasileiro". "Qualquer brasileiro poderá ter informação, não existirá mais segredo das coisas que estamos fazendo. Não é portal do presidente Lula ou deste governo. É um portal do Brasil para o Brasil", definiu.

*com informações da Agência Estado e Reuters

Leia mais sobre: Dilma Roussef  - Eleições 2010

    Leia tudo sobre: eleições 2010lula

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG