Dilma depõe hoje como testemunha no caso Mensalão

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, vai prestar depoimento como testemunha no processo sobre o esquema do Mensalão, que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), no início da noite de hoje, marcado para às 18 horas. O compromisso consta da agenda oficial distribuída pela Assessoria de Imprensa da Casa Civil.

Agência Estado |

Escolhida como testemunha pelo presidente do PTB, Roberto Jefferson, e pelo ex-ministro José Dirceu, a ministra usou a prerrogativa de escolher o local do depoimento. Ela será ouvida em seu gabinete, no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, pela juíza da 12ª Vara da Justiça Federal, Pollyana Kelly Martins Alves.

A denúncia do caso Mensalão foi feita ao STF em abril de 2006 pelo então procurador-geral da República Antonio Fernando de Souza, que arrolou 40 acusados de se beneficiar de um esquema de compra de votos de parlamentares da base aliada do governo Luiz Inácio Lula da Silva. Jefferson, que denunciou o esquema, e Dirceu estão na lista de acusados.

Pela manhã a ministra Dilma participava de reunião do Conselho de Administração da Petrobras. À tarde, ela assistirá à cerimônia de posse do ex-ministro de Relações Institucionais José Múcio Monteiro como ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), na sede da corte. O presidente Lula também estará presente na cerimônia.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG