Dilma assume discurso de candidata em evento do PT

BRASÍLIA - A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, adotou discurso de candidata nesta sexta-feira, durante encontro de prefeitos e vice-prefeitos que ocorre hoje no hotel Alvorada, em Brasília. Falando sobre a turbulência financeira internacional, Rousseff observou que o governo do presidente Lula conseguiu manter as reservas do País sem ter que privatizar ¿bancos públicos sólidos¿, como presidentes anteriores fizeram.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Nós temos muitas reservas. As nossas contas públicas são sólidas, temos e mantivemos nossas reservas sem privatizar bancos públicos sólidos, porque acabamos com o ciclo vicioso que ocorria no Brasil. Em crises anteriores, nos anos 90, e outra no inicio dessa década, em 2000, 2001, a crise começava lá fora e contaminava o Brasil através do câmbio. Nós éramos extremamente frágeis, disse a ministra, em referência à privatização das empresas de telecomunicação feita pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, nos anos 90.

Nesta segunda-feira, pesquisa Datafolha mostrou que a ministra Dilma cresceu de 3% para 8% em intenções de voto para a sucessão de Lula em 2010. Em primeiro lugar na mesma pesquisa ficou o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), com 41%. Dilma é a quarta colocada, atrás de Ciro Gomes (PSB) e Heloísa Helena (PSol).

Questionada sobre a declaração do presidente Lula, que disse que nenhum partido tem candidata melhor do que a ministra da Casa Civil, Dilma não quis falar sobre o assunto. Disse apenas que não poderia concordar ou discordar, pois ficaria muito esquisito, sendo o comentário sobre ela.

Sobre o mesmo comentário de Lula, o presidente nacional do PT, deputado Ricardo Berzoini, foi menos ponderado. O presidente sabe que na disputa de 2010 teremos duas forças: a da comparação dos oito anos de governo nosso, com os oito anos de governo Fernando Henrique, e as características pessoais da ministra ¿ uma mulher com esse perfil de gestão, de agregação que ela tem demonstrado. Não vejo candidatura melhor do que a dela, garantiu. 

Leia mais sobre: Eleições 2010

    Leia tudo sobre: eleições 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG